Descubra Quais alimentos que ajudam e os que atrapalham no sexo

Eu já falei sobre Como Calcular as boas fontes de proteínas, mais hoje eu vou falar sobre um assunto bem interessante, que é para as mulheres mais que também pode interessar ao homens.

As felicidades e prazeres junto ao sexo afeta no bem-estar e na saúde. No mundo feminino, entretanto, a mulher pode apresentar vários fatores emocionais ou orgânicos, que pode afetar o seu resultado sexual como falta de vontade e apetite sexual, falta de resposta ao estímulo, falta de sensação de prazer e lubrificação, o que mesmo dificuldade de gozar. No entanto nem sempre essa baixa de libido indica um problema de saúde. Um desequilíbrio na alimentação também pode ser a causa.Ou mesmo pode ser o próprio parceiro que não sabe como fazer uma mulher gozar, mais neste momento nós vamos focar em alimentos que ajudam no prazer, quem sabe em breve poderei escrever algo sobre o assunto para os homes, de como da prazer a uma mulher.
Segundo a Doutora com formação em medicina esportiva Dra. Suzete Motta (CRM-SP 93004), uma má alimentação pode gerar uma queda da produção de alguns neurotransmissores ligados ao bem-estar e prazer.

As alterações deses neurotransmissores no seu organismo podem afetar no seu desempenho sexual e a até na fertilidade.

Para a mulher sentir vontade no sexo é preciso ter boas concentrações de neurotransmissor serotonina.

Mas, com o aumento de estresse do dia a dia, o uso de medicamento como anticoncepcionais e até de alguns antidepressivos podem diminuir sua produção. “Mas é possível incluir na sua dieta comidas ricas em aminoácido triptofano, que se transformam em serotonina no organismo. Ele são encontrado em diversos alimentos, como por exemplo em banana, quinoa, arroz integral, soja, feijão, lentilha, ervilha, castanhas, nozes, morango, laranja, tâmara, chocolate amargo e ovos”, diz  a Dr Suzette.
Vitaminas são essenciais
Uma boa conversão do triptofano em serotonina vai depender, porém, de alguns nutrientes: vitamina B6, voce encontra  no levedo de cerveja, no gérmen de trigo, em cereais integrais,em leguminosas, batata, banana e aveia; a vitamina B12, que esta nos peixes, aves, carnes vermelhas, ovos, leite e derivados; o ácido fólico, que está em vegetais de folhas verdes escuras, esta também no levedo de cerveja, além de brócolis, suco de laranja, repolho, couve-flor, gérmen de trigo, cereais e pães integrais; e o magnésio, também encontrado nos vegetais folhosos escuros, banana, cereais integrais, nozes, castanhas, peixes. “bote na sua dieta esses alimentos fontes desses nutrientes é fundamental para a produção de serotonina”, afirma a doutora.
Outro neurotransmissor ligado com a libido é a noradrenalina. Ela é fabricada a partir de dopamina – neurotransmissor ligado ao prazer. Com a falta dos dois acontece a diminuição da vontade de fazer sexo.

Para ativá-los deve-se consumir alimentos como nozes, castanhas e tofu. “Feijões, lentilha e semente de abóbora também é bom serem consumidos. Eles são fontes de zinco, que, se ingerido em pouca quantidade, leva à falha na ovulação e diminuindo o desejo sexual. e se tratando dos homens pode até causar impotência sexual”, fica ai a alerta.
Eles conspiram contra
Gora vamos falar sobre alimentos que podem reduzir o apetite sexual. Eles alteram os volume de substâncias como glicose e colesterol, atrapalhando na disposição sexual, no sangue ou ao desviar o fluxo sanguíneo para auxiliar na digestão. Isso faz com que aconteça uma menor irrigação na região genital. “Alguns destes alimentos e bebidas fazem parte do nosso dia a dia, mas, se você quer ter uma vida sexual saudável. eles devem ser tirado de forma gradativa da dieta”, alerta Suzete Motta.
Descubra agora alguns desses alimentos que sabota a vida sexual:
Refrigerantes: de acordo com pesquisas, o consumo de refrigerante está diretamente ligado com a depressão e aumenta mais o risco para aqueles que contêm adoçantes artificiais.
Adoçantes artificiais: tem vários tipos de adoçantes artificiais em bebidas diets, como o aspartame. Esse produto pode inibir a produção da serotonina e provocar dores de cabeça, depressão, ataques de ansiedade, mau humor, insônia e diminuição do desejo sexual.
Café: para os amntes do café isso vai ser uma bomba, mas consumo de café em grandes quantidades pode ser prejudicar a saúde das glândulas suprarrenais, que fabricam hormônios do estresse.
Glutamato monossódico: é um aditivo alimentar que pode ser encontrado em vários alimento industrializados. Apesar de ser usado para melhorar o sabor de alguns alimentos, a substância pode provocar dores de cabeça, depressão e problemas cognitivos que afeta na vida e na satisfação sexual.
Frituras e bebidas alcoólicas: são bem difíceis de serem digeridos pelo nosso organismo e a circulação inadequada do sangue faz com que diminua a vascularização das zonas erógenas e consequentemente seja diminuindo o a libido.
Derivados da soja: Contem muito isoflavonas, que tem uma ação semelhante ao estrogênio no organismo, após a sua absorção, prejudicam a libido.

Conclusão:

Gostou Deste artigo?

Gora já sabe que para ter uma vida sexual saudável e prazerosa terá que prestar mais atenção na sua alimentação

Como Calcular as Boas Fontes de Porteinas

Os valores nutricionais são apenas aproximados; Variações significativas ocorrem de acordo com a marca, corte de carne, método de cozimento, etc.

BSOA FONTES DE PROTEINAS.jpg

Dicas para Aumenta Ingestão de Proteínas

Para incluir mais proteínas de alta qualidade em sua dieta, tente substituir carboidratos processados ​​por proteínas de alta qualidade.Pode reduzir o risco de doença cardíaca e acidente vascular cerebral, e você também se sentirá completo por mais tempo, o que pode ajudá-lo a manter um peso saudável.

  • Reduza a quantidade de carboidratos processados ​​que você consome – de alimentos como bolos, bolos, pizza, biscoitos e batatas fritas – e substitua-os por produtos de peixe, feijão, nozes, sementes, ervilhas, frango, produtos lácteos e soja e tofu.
  • Lanche em nozes e sementes em vez de batatas fritas, substitua uma sobremesa assada com iogurte grego, ou troque fatias de pizza por um peito de frango grelhado e um lado de feijão.

Não é um fã de frutos do mar? Faça os peixes mais palatáveis

Se você não é um fã de frutos do mar, mas quer incluir mais em sua dieta, existem maneiras de fazer o peixe mais palatável.

  • Sempre compre peixe fresco. Alguns dizem que a tilápia, o bacalhau ou o salmão têm o menor gosto “de peixe”.
  • Disforme o sabor adicionando um molho saboroso.
  • Marinhe peixe com tempero crioulo ou Cajun.
  • Adicione peixes de concha ou peixe branco, como bacalhau ou tilápia, a um curry.
  • Combine peixe grelhado com salsa fresca ou seu chutney favorito
  • Misture o salmão enlatado ou o atum com maionese com baixo teor de gordura e cebola picada para um saboroso enchimento em sanduíche

Para evitar problemas ao aumentar a ingestão de proteínas

  • Escolha nozes e sementes sem sal, para reduzir a ingestão diária de sódio.
  • Ao comprar feijões enlatados, escolha as versões de baixo teor de sódio.
  • Adicionar mais proteína à sua dieta pode aumentar a produção de urina, então beba muita água para se manter hidratada.
  • Aumentar a proteína também pode causar perda de cálcio, portanto, certifique-se de obter bastante cálcio (1.000 a 1.200 mg por dia).

Pó, batidos e barras de proteínas,

Na maioria dos casos, consumir o equilíbrio certo de alimentos integrais a cada dia irá fornecer-lhe todos os nutrientes que você precisa, negando a necessidade de suplementos de proteínas. No entanto, você pode se beneficiar de completar sua dieta se você for:

  • Um adolescente que está crescendo e exercitando muito
  • Um adulto que muda para uma dieta vegana – eliminando carne, frango, peixe e até lácteos e ovos da sua dieta
  • Um adulto mais velho com um pequeno apetite que tem dificuldade em comer seus requisitos de proteína em alimentos integrais
  • Iniciando ou aumentando um programa de treino regular, tentando adicionar músculos, se recuperando de uma lesão esportiva ou achar que você se sente fraco ao exercitar ou levantar pesos

Usando suplementos de proteína

Os suplementos de proteína vêm de várias formas, incluindo pós que você mistura com leite ou água, batidos pré-misturados, prontos para beber ou em barras. Os tipos mais comuns de proteínas utilizadas são soro, caseína e soja. O soro e a caseína são proteínas à base de leite, enquanto a soja é a melhor escolha para veganos ou qualquer pessoa com alergia a leite.

Preocupações de segurança. Os suplementos de proteínas podem não ser seguros para pessoas mais velhas com doença renal ou pessoas que recentemente foram submetidas a cirurgia no sistema digestivo. Alguns ingredientes podem até interagir com medicamentos prescritos, portanto, verifique com seu médico ou farmacêutico antes de usar.

Beba muita água  para se manter hidratado e certifique-se de que está recebendo bastante cálcio na sua dieta.

Procure ingredientes extras. Muitas barras de proteína são embaladas com carboidratos e açúcares adicionados.

Conclusão

Proteína – Informações nutricionais sobre proteínas, incluindo proteínas e controle de peso. (Harvard School of Public Health)

A ingestão ideal de proteína dietética em pessoas mais velhas  – Novas evidências que mostram que adultos mais velhos precisam de mais proteínas dietéticas do que os adultos mais jovens. (JAMDA)

Lista de nutrientes – lista a quantidade de proteína em diferentes alimentos. (USDA)

Protein Powder (PDF) – Saiba mais sobre os pós de proteínas e considerações para o uso deles por adultos mais velhos. (Universidade de Washington)

Escolhendo Proteína Saudável

Dicas para obter proteína de alta qualidade em sua dieta, A proteína fornece energia e suporta seu humor e função cognitiva. Embora esteja em muitos dos alimentos que comemos todos os dias, por algo tão comum, muitas vezes é uma parte mal entendida de nossas dietas. Pense em proteínas e você pode pensar em bifes em uma grelha, uma barra de energia que promove para banir a fadiga, ou uma batida de proteína que promete um incrível crescimento muscular. Sim, esses alimentos são todos embalados com proteínas, mas quando se trata de fazer as melhores escolhas de proteínas para manter seu corpo e mente saudável, a  qualidade  é tão importante quanto a  quantidade .

O que é proteína?

A proteína é um nutriente vital necessário para construir, manter e reparar tecidos, células e órgãos em todo o corpo. Quando você come proteína, é dividido em 20 aminoácidos que são os blocos de construção básicos do corpo para crescimento e energia. O aminoácido triptofano influencia o humor produzindo serotonina, o que pode reduzir os sintomas de depressão e ansiedade e melhorar a função cognitiva geral.

A maioria das fontes de proteína animal, como carne, aves, peixes, ovos e produtos lácteos, distribuem todos os aminoácidos que seu corpo precisa, enquanto as fontes de proteínas baseadas em plantas, como grãos, feijões, legumes e castanhas, muitas vezes não possuem um ou mais de Os aminoácidos essenciais. No entanto, isso não significa que você tenha que comer produtos de origem animal para obter os aminoácidos certos. Ao comer uma  variedade  de fontes de proteínas baseadas em plantas, todos os dias você pode garantir que seu corpo obtenha todos os aminoácidos essenciais que ele precisa.

Os benefícios da proteína para nossa saúde

A proteína lhe dá energia para se levantar e ir – e continuar. Enquanto muitas proteínas podem ser prejudiciais para pessoas com doença renal, diabetes e algumas outras condições, comendo a quantidade certa de

proteínas de alta qualidade:

  • Mantém seu sistema imunológico funcionando corretamente, mantém a saúde do coração e seu sistema respiratório e acelera a recuperação após o exercício
  • É vital para o crescimento e desenvolvimento das crianças e para a  manutenção da saúde nos seus idosos
  • Pode ajudar a reduzir o risco de diabetes e doenças cardiovasculares
  • Pode ajudá-lo a pensar de forma clara e pode melhorar o recall
  • Pode melhorar seu humor e aumentar sua resistência ao estresse, ansiedade e depressão
  • Pode ajudá-lo a manter um peso saudável, reduzindo o apetite, fazendo com que você se sinta completo por mais tempo e o abasteça com energia extra para se exercitar.

Além de ser imperativo sentir-se saudável e enérgico, a proteína também é importante para a maneira como você olha. Comer proteína de alta qualidade pode ajudar:

  • Manter uma pele saudável, unhas e cabelos
  • Construir músculo
  • Manter massa corporal magra durante a dieta

Enquanto a maioria das pessoas comendo uma dieta ocidental recebe quantidade  suficiente  de proteína por dia, muitos de nós não estão obtendo a  qualidade  das proteínas que precisamos.

Proteínas de Baixa Qualidade e as De Alta Qualidade

Distinguir entre carne cultivada industrialmente e carne orgânica alimentada com pasto é apenas uma parte da separação de fontes de proteína de baixa e alta qualidade.

  • Enquanto algumas carnes processadas ou de almoço, por exemplo, podem ser uma boa fonte de proteína, muitas delas são carregadas com sal, o que pode causar pressão alta e levar a outros problemas de saúde.
  • As carnes processadas também foram associadas a um risco aumentado de câncer, provavelmente devido às substâncias utilizadas no processamento da carne.

A chave para garantir que você come proteína suficiente de alta qualidade é incluir diferentes tipos em sua dieta, ao invés de confiar apenas em carne vermelha ou processada.

Saiba Qual Fonte de Proteína voce Precisa

Os adultos devem comer pelo menos 0,8 g de proteína por quilo (2,2 lb) de peso corporal por dia. Isso significa que um homem de 180 lb deve comer pelo menos 65 gramas de proteína de alta qualidade por dia. Uma ingestão mais elevada pode ajudar a reduzir o risco de obesidade, osteoporose, diabetes tipo 2 e acidente vascular cerebral.

  • As mulheres enfermeiras precisam de cerca de 20 gramas de proteína de alta qualidade por dia do que antes da gravidez para apoiar a produção de leite.
  • Os adultos mais velhos devem apontar para 1 a 1,5 gramas de proteína por cada quilograma de peso (pense 0,5 g de proteína por peso de peso corporal se isso for mais fácil).
  • Procure dividir a ingestão de proteína igualmente entre as refeições.

Boa fonte de proteínas de alta qualidade

Peixe. A maioria dos frutos do mar é rica em proteínas e com baixo teor de gorduras saturadas. Peixe, como salmão, trutas, sardinhas, anchovas, bacalhau (bacalhau preto) e arenque também são altos em ácidos graxos ômega-3. Especialistas recomendam comer frutos do mar pelo menos duas vezes por semana.

Aves.  Remover a pele de frango e peru pode reduzir substancialmente a gordura saturada. Nos Estados Unidos, as aves de capoeira não orgânicas também podem conter antibióticos e ser criadas com alimentos transgênicos cultivados com pesticidas, portanto, opte por orgânicos e de alcance livre, se possível.

Lacticínios.  Produtos como leite desnatado, queijo e iogurte oferecem muitas proteínas saudáveis. Cuidado com o açúcar adicionado em iogurtes com baixo teor de gordura e leite aromatizado, no entanto, e pular queijo processado que muitas vezes contém ingredientes não lácteos.

Feijões. Os feijões e as ervilhas são cheios de proteínas e fibras. Adicione-os a saladas, sopas e ensopados para aumentar a ingestão de proteínas.

Nozes e sementes.  Além de serem fontes ricas em proteínas, nozes e sementes também são altas em  fibras e gorduras “boas”. Adicione às saladas ou mantenha-se à mão para lanches.

Tofu e produtos de soja.  Tofu e soja não-OGM são excelentes alternativas de carne vermelha, ricas em proteína e com pouca gordura. Experimente uma “segunda-feira sem carne”, as fontes de proteínas baseadas em plantas são muitas vezes menos dispendiosas do que a carne, de modo que pode ser tão boa para a sua carteira quanto para sua saúde.

Conclusão:

Espero que tenha gostado do artigo, e Agora que já sabe escolher as boas fontes proteínas, convido a gora como calcular as fontes de proteínas que precisa para a sua saúde